Quanto Vale o seu Currículo?

Você já parou para pensar o quanto vale o seu currículo? Em colocar um valor em reais nele? As vezes eu pergunto para candidatos que participam do nosso Coaching para Entrevistas em Inglês ou da consultoria em currículos, o quanto eles acham que o CV de duas páginas deles (e eu espero que os CVs deles tenham no máximo 2 páginas e não mais de 10 como eu já vi por aí) valem. Já ouvi respostas desde R$ 0,05 até “vale muito”, mas a resposta certa para esta pergunta é mais simples do que se possa imaginar: depende do quanto você ganha. Se eu geralmente fico 5 anos em uma empresa e meu salário é de digamos R$ 10.000,00 por mês para facilitar a conta, estas duas páginas valem R$ 600.000,00 para mim.

Pare pra pensar por 1 minuto: o currículo de 2 páginas, que eu pensei “ai que preguiça de escrever isso” e o preparei enquanto assistia uma partida de futebol na TV ou durante o Jornal Nacional, possivelmente vale R$ 600.000,00 ou mais para mim. Que outros documentos você preparou recentemente que valem +R$ 600.000,00 para você?

Tudo bem, o seu currículo não é o único fator que importa na hora de conseguir um novo emprego, mas ele é a porta de entrada para uma entrevista. Malcolm Gladwell descreve em seu livro “Blink”, como as pessoas, especialmente os entrevistadores fazem julgamentos em um piscar de olhos. Quando você conhece alguém e dá um parto de mãos, você faz um julgamento breve sobre aquela pessoa. Um aperto de mãos forte pode indicar que você é confiante, competente, enquanto um aperto de mãos fraco, pode indicar timidez, falta de motivação, por exemplo. O entrevistador irá continuar a julgá-lo desta maneira de forma subconsciente durante toda a discussão, vejamos um exemplo:

“Você conhece Java?” pergunta o entrevistador.

Você responde, “Não, mas eu leio muito e aprendo rápido”.

Se o entrevistar julgou antecipadamente que ele não gosta de você, seu subconsciente pensa “Hmm, parece que ele não possui as habilidades necessárias. Não será contratado”. Se o entrevistador gostou de você à primeira vista, seu subconsciente diz: “Opa, parece que ele tem atitude e é motivado, deve ter muito potencial”. O primeiro julgamento que o entrevistador fez de você é baseado no seu currículo.

Um CV bem organizado, fácil de ler e sem erros indica que o candidato é inteligente e bem organizado. Um CV desleixado, denso ou com erros, indica um candidato preguiçoso e com motivação baixa para fazer um bom trabalho.

Por isso nós pensamos: vamos criar um serviço que ajude as pessoas a terem um CV que passe uma ótima imagem do candidato, respeitando a individualidade de cada um e tem sido uma experiência sensacional para nós e nossos clientes!

Conheça mais, escrevendo para contato@outliers.com.br, mencionando “Consultoria em CV no título.

Para continuar lendo sobre outras dicas de currículos e entrevistas, clique aqui.